Usuários de transporte coletivo são favoráveis às mudanças no trânsito na zona sul em Ilhéus

Pesquisa realizada pela empresa MHF, no último dia 16 de março, revela que 78,5% dos usuários de transporte coletivo opinaram favoravelmente em relação às mudanças adotadas no trânsito, pela secretaria municipal de Desenvolvimento Urbano (Sedur), na zona sul da cidade. A opinião também é favorável entre os usuários de táxis na cidade de Ilhéus, motocicletas, bicicletas e entre os pedestres.

No universo geral dos entrevistados, 68,9% manifestaram-se favoráveis às modificações, 21,7% foram contrários e 9,4% não souberam responder. A pesquisa consultou 700 moradores dos bairros que compõem a zona sul da cidade, sob a supervisão do técnico Marcelo Fialho. Entre os usuários de automóveis particulares, 46,9% opinaram contra as mudanças no trânsito, 41,7% a favor e 11,4% não souberam responder.

Na opinião do secretário de Desenvolvimento Urbano, Isaac Albagli, o resultado da consulta indica que as mudanças adotadas para a reorganização do trânsito na zona sul estão se consolidando de forma favorável. Segundo disse, o tempo médio do percurso entre a Rua 13 de Maio, no Pontal, até a Praça Cairu, no centro, no horário de rush, que era de 35 a 40 minutos caiu para 17 a 25 minutos.

Ele explica que em termos de mobilidade urbana, “o que importa mais é o transporte de massa, ou seja, o volume de pessoas transportadas em menor tempo possível. Portanto, a criação da faixa exclusiva para ônibus e vans (inclusive o transporte escolar), na Avenida Lomanto Júnior é muito importante, o que, aliás, é uma tendência consolidada nas grandes cidades”, acrescenta.





Coletivo

Isaac Albagli cita dados do Sistema Inteligente de Transportes (SIT), segundo os quais, antes da implantação das mudanças, 22 mil pessoas eram transportadas por dia na zona sul. Na última semana, o número de usuários do transporte coletivo naquela zona subiu para 25 mil por dia. Isso significa que cada ônibus está fazendo quase três viagens a mais por dia na sua linha. O tempo de viagem do ônibus, entre a Rua 13 de Maio e o centro da cidade, tinha média de 45 minutos e hoje consegue fazer o mesmo percurso em 18 minutos, em média.

Por outro lado, o secretário admite que ainda há problemas, como o detectado no semáforo da Sapetinga, por onde muitos motoristas estão cortando caminho no sentido Pontal-Centro. “Mas isso já se revelou um equívoco, pois aumentou a fila para aquele cruzamento. Acho que naturalmente os motoristas vão perceber que por lá não é a solução”, alerta o secretário.

Isaac disse que a secretaria estuda outras melhorias para o transporte urbano. Uma delas é a solicitação feita às concessionárias de transporte coletivo para a implantação de uma linha no trecho zona sul-centro-zona sul, inicialmente na hora de pico no trânsito, com veículos de ambiente climatizado, mesmo que a tarifa seja diferenciada.

Outras alterações também são analisadas visando melhorar ainda mais o fluxo de veículos para a zona sul, considerando pontos estratégicos, como no semáforo da Ceplac, além da implantação de passarelas na Praça Cairú para uso dos pedestres.

Fonte: Prefeitura Municipal de Ilhéus





Deixe seu comentário